• Visões d´Água Piscinas

Tratamento de uma piscina com sal. Como funciona?

Quando se fala de uma piscina de água com sal, não nos referimos a água do mar, apenas utilizamos o sal como desinfetante da água, tornando-a mais pura, leve, transparente e ecológica.





O tratamento através da salinização consiste na adição de doses de sal purificado diretamente na piscina. Quando o sal é dissolvido na piscina, o equipamento eletrolítico instalado no sistema de filtração da piscina, cria uma corrente elétrica controlada (através de um elétrodo) que decompõe as moléculas de cloreto de sódio (sal) e liberta o cloro natural na água, sendo tão eficaz quanto o industrializado, mas eliminando os odores, ardores nos olhos e o risco de alergias cutâneas ou respiratórias.



gif



A quantidade de sal utilizada para o tratamento é cerca de 5g por cada litro de água, ou seja, no arranque deste tipo de tratamento terá de adicionar 5kg de sal, por cada metro cúbico do volume da piscina. A reposição do sal só deve ser feita de acordo com os avisos do próprio aparelho que ocorrem geralmente com perdas de água, durante as lavagens de filtro ou quando chove com intensidade. Este tipo de tratamento é compatível com qualquer tipo de piscinas e revestimentos, sejam elas de água fria ou aquecida.


Uma piscina mais ecológica tem um maior investimento inicial, associado à aquisição do equipamento de eletrólise, mas este dilui-se no tempo ao estabelecer uma comparação com o preço dos químicos para um tratamento semanal eficaz. Atualmente mais de 60% das piscinas privadas em Portugal são tratadas a sal. Esta adesão prova a que a comodidade e a segurança bacteriológica assumem um valor superior ao seu preço.





Com o tratamento da piscina automatizado, com eletrolise a sal, associado a uma bomba injetora de ph, os banhistas podem aproveitar tranquilamente a água limpa e saudável, para além de converter o tempo gasto com todas as tarefas de manutenção, em horas de prazer e convívio.

306 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo